quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Seus "anos dourados" seriam uma época diferente desta?

Midnight in Paris (Meia-Noite em Paris) mistura comédia, fantasia e realidade, onde o protagonista Gil Pender (Woody Allen encarnado em Owen Wilson!) circula entre a noiva superficial e blasé, os futuros sogros descontentes, o pedante amigo-flerte de sua noiva, além de artistas ícones do passado, como F. Scott Fitzgerald, Cole Porter, Hemingway, Picasso, Dalí, Buñuel, todos na Cidade Luz. E em meio a isso tudo, ainda conhece uma charmosa francesa... Gil viaja no tempo para se confrontar com a ilusão de que uma vida diferente da sua seria melhor. Quer uma crítica? Leia Woody Allen volta ao realismo fantástico para, de novo, desmistificar a arte.

Meu corte vai para duas cenas:

Cena 1 – O encontro com os surrealistas (“Eu vejo... um rinoceronte”);
Cena 2 – O insight (“Se ficar aqui, isso torna-se o seu presente, e logo vai começar a imaginar que outra época é que, realmente, é ‘seus anos dourados’”).

A primeira cena:



A segunda cena:




2 comentários:

  1. Adorei mais esse do Woody. A propósito, já assistiu o Whatever works (Tudo pode dar certo)?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Depois passa aqui:
      http://o-corte.blogspot.com/search/label/Whatever%20Works.
      Meu preferido ;-)

      Excluir