quarta-feira, 13 de julho de 2011

A realidade é diabólica

Persona. Em poucas linhas, a história de uma atriz (Elisabeth) que parou de falar sob os cuidados de uma enfermeira (Alma) que descobre que a sua persona começa a se fundir com a dela. Psicológico, existencial, filosófico, pura arte. E a cena que escolho sintetiza o conflito, ou a verdade por trás da mentira:


Nenhum comentário:

Postar um comentário